quarta-feira, setembro 26, 2012

Epígrafe para a arte de furtar

.
(encontrado na net)


Roubam-me Deus
outros o diabo
- quem cantarei?
.
Roubam-me a Pátria
e a humanidade
outros ma roubam
- quem cantarei?

Sempre há quem roube
quem eu deseje
e de mim mesmo
todos me roubam
- quem cantarei?

Roubam-me a voz
quando me calo
ou o silêncio
mesmo se falo
- aqui d'El-Rei!


Jorge de Sena 3/6/1952
(interpretado por Zeca Afonso)

Sem comentários: