segunda-feira, julho 17, 2006

Sonhei comigo

...
Gustav Klimt

Sonhei comigo
esta noite
Vi-me ao comprido
Deitada
Tinha estrelas
nos cabelos
em meus olhos
madrugadas
Sonhei comigo
esta noite
como queria
ser sonhada
Senti o calor da mão
percorrendo uma guitarra
De longe vinha um gemido
uma voz desabalada
Havia um campo
de trigo
um sol forte
me abrasava.
E acordei
meio sonhando
procurando
me encontrar
Quando me vi
ao espelho
era teu
o meu olhar.

Eugénia Tabosa

1 comentário:

eccerui disse...

Klimt, sempre!

Sempre no sonho me sinto
Sempre no sonho me olho
Olho-me com ideias que pinto
Durmo com cores que escolho

Sempre no sonho pinto
Sempre no sonho olho
Olho com palavras que sinto
Escrevo as imagens que escolho

E pinto e escrevo e olho
E leio no sonho
As linhas que aqui ponho
Os sonhos que desfolho