terça-feira, agosto 08, 2006

De todas, a mais bela...

...

fotografia pessoal (quadro com assinatura indecifrável)

De todos os cantos do mundo
Amo com um amor mais forte e mais profundo
Aquela praia extasiada e nua,
Onde me uni ao mar, ao vento e à lua.


As ondas quebravam uma à uma
Eu estava só com a areia e com a espuma
Do mar que cantava só p’ra mim


Quando eu morrer voltarei para buscar
Os instantes que não vivi junto do mar



Sophia de Mello Breyner

Sem comentários: