domingo, abril 22, 2007

(novo) pranto pelo(s) dia(s) de hoje

...

Joe Sorren
.
.
Nunca choraremos bastante quando vemos
O gesto criador ser impedido
Nunca choraremos bastante quando vemos
Que quem ousa lutar é destruido
Por troças, por insídias, por venenos
E por outras maneiras que sabemos
Tão sábias tão subtis e tão peritas
Que nem podem sequer ser bem descritas
.
.
Sophia de Mello Breyner

3 comentários:

henrique santos disse...

Muito a propósito Maria. Na 4.ª feira recordaremos esse "dia inicial inteiro e limpo" que nos fará ter "saudades do futuro".
Um abraço

Catarina disse...

E, de repente, este poema lembrou-me a política do Ministério da Educação que temos em 2007... mas por que carga de raios...?

Maria Lisboa disse...

Catarina

Espero que passes por aqui outra vez e vejas este comentário.
Já fui diversas vezes aos teus blogues. Fiquei encantada com a descrição que fazes da "fauna" que nos encanta todos os dias. Quis comentar e agradecer-te a visita, mas não "atinei" com a forma de o fazer em nenhum dos teus blogues