sábado, dezembro 30, 2006

desejo... sonho...

...
Guilherme de Faria
...
Fazer da areia, terra e água
uma canção
Depois, moldar de vento a
flauta
que há de espalhar esta canção
Por fim tecer de amor
lábios e dedos
que a flauta animarão
E a flauta, sem nada mais
que puro som
envolverá o sonho da
canção
por todo o sempre, neste
mundo


Carlos Drummond de Andrade


Desejo... sonho... tanto... ou tão pouco... para um ano completamente novo, prontinho a estrear, prontinho a usar?
Talvez, também, SAÚDE para o encher de AMOR … ALEGRIA … SONHO … MAGIA... será pedir ou desejar demais para que todos tenhamos um ano feliz?

Maria Ema

1 comentário:

eccerui disse...

Um bom ano de 2007, cheio de poesia e de coisas belas.
Rui